25 de julho de 2024

Como foi o Summit Agro 2019

Na última quarta-feira, 13 de novembro, estive em São Paulo para prestigiar importante evento no setor do agronegócio, o Summit Agro 2019 realizado pelo Grupo Estadão.

Mas antes de contar aqui pra vocês um pouco do que foi discutido lá, quero compartilhar algumas impressões pessoais sobre os trabalhos.

Na minha visão, o evento foi oportuno por abordar temas atualíssimos e altamente relevantes para o momento que atravessa o agronegócio brasileiro. Além disso, o cumprimento do horário da programação, a formatação dos painéis, o alto nível dos participantes dos painéis, a moderação impecável do jornalista Gustavo Porto e a interação dos participantes foram pontos de destaque.

Eu participei do painel 4 que trouxe o tema “O Agro além de pop, tech e sustentável” e tive o prazer de interagir com 3 profissionais que são referências em suas áreas. Arnelo Nedel, presidente da ABCBIO, Eduardo Leduc, presidente do conselheiro da Crop Life Brasil e Rodrigo Spuri, Coordenador da cadeia de soja na The Nature Conservancy (TNC) Brasil.

Citando Leduc, aquele painel foi histórico. Reuniu a cúpula da representação da indústria de agroquímicos, biológicos, ONG além de uma profissional mulher como consultora de mercado agrícola, geralmente representado nos eventos por um profissional homem.

Durante 1 hora debatemos sob a mediação de Gustavo Porto, sobre comunicação, moratória da soja, bioma amazônico, agricultura orgânica e de larga escala e sustentabilidade.

Falamos sobre como químicos e biológicos são complementares e como ONGs estão colaborando com o setor ao implementar projetos como o Cacau Floresta que trabalha para recuperar áreas degradadas e fomentar a oferta de cacau para o mercado brasileiro e internacional. 

Falou-se em segurança alimentar, independente da tecnologia que se adota. Outro ponto foi a importância do agro brasileiro adotar uma postura mais ativa para reforçar ao público consumidor brasileiro e internacional o verdadeiro status do agronegócio brasileiro. Pontuamos sobre a importância de unir os diversos segmentos do Brasil nessa missão de desmistificação de temas polêmicos e a responsabilidade de governo e iniciativa privada nessa tarefa.

Reforçando o conceito macro do agro, trazendo os segmentos de dentro e fora da porteira, eu pontuei a necessidade de todos nós nos posicionarmos frente ao que acontece. Que todos somos responsáveis pela fluência da boa comunicação. Que desmistificar os preconceitos era atribuição coletiva dos que estão inseridos no agro. 

Ampliando para os trabalhos de outros painéis, o tema Guerra Comercial Estados Unidos China não poderia faltar e na percepção de Marcos Jank, professor da Insper, a guerra ainda demora e exige que Brasil continue adotando uma postura neutra para não comprometer o desempenho comercial junto aos dois países. Afirmou também que Brasil não depende de Europa e que aquele continente deixou de ser relevante ao nosso país. 

Aqui permito dizer que discordo dessa posição, até porque entendo que Europa é um mercado que faz a diferença; tanto é que desde o início da guerra comercial, associações de Iowa e Illinois investiram em missões buscando demanda européia para compensar a falta de demanda chinesa.

Esse é um mercado que nenhuma origem quer perder e para o Brasil a Europa representou em 2018, 5 milhões de toneladas de soja e no acumulado desse ano até outubro outros 5. E no milho foram 3.8 milhões embarcados em 2018 contra 4,6 milhões acumulados até outubro desse ano, ou seja, teremos avanço de embarques em ambos produtos. 

 Jank também chamou a atenção dos participantes para a ampliação de mercados como África e Índia.

Aqui para finalizar, não poderia deixar de mencionar que além do alto nível dos debates, outro ponto positivo a destacar foi a presença crescente e participativa do público feminino na plateia. Parabéns às profissionais que participaram e novamente parabéns ao Estadão pelo excelente evento.

Um abraço, 

 

Adicionar comentários

Clique na imagem e garanta o seu!

Categorias

Clique na imagem e garanta o seu!

Categorias